Tereos Menu Search

Álcool

VISÃO GLOBAL

Os alcoóis tradicionais são provenientes de matérias-primas agrícolas (beterrabas, cereais), por fermentação, destilação e retificação e destinados aos setores de bebidas alcoólicas, perfumaria e farmácia.

 

Fotografia

A fermentação dos substratos de açúcar a partir da beterraba ou dos cereais (suco ou xarope de baixa pureza, amido) é obtida na presença de leveduras. Produz-se uma solução contendo cerca de 10% de álcool chamada "vinho". Este vinho é destilado em seguida em um álcool bruto a 92%, o "fleuma". Uma fase de retificação permite então separar os compostos voláteis, impróprios para uma utilização direta e obter um álcool de elevada pureza, "superfino", a 96%. Ele é destinado, dentre outros, aos setores de bebidas alcoólicas, perfumaria/cosmética e farmácia.

Para atender às necessidades de mercados específicos, uma parte do "superfino" é desidratada para obter álcool anidro a 99,9%.

Os não alcoóis provenientes da destilação, chamados vinhaças, são concentrados por evaporação. O produto que daí resulta é comercializado principalmente para a fertilização de cultivos.

Ferramenta industrial

A Tereos produz alcoóis de origem agrícola para usos tradicionais nas suas unidades de Artenay, Bucy, Lillers, Morains, Nesle, Origny (França), Dobrovice, Chrudim, Kojetin (República Tcheca), Saluzzo (Itália) e Selby (Grã-Bretanha).