Tereos Menu Search

Cereais

VISÃO GLOBAL

N°3 europeu em produtos à base de amido ou amido e derivados, a Tereos processa 4,4 milhões de toneladas de matérias-primas (trigo, milho, batata e mandioca) em +2 milhões de toneladas de produtos à base de amido ou amido e derivados (produtos edulcorantes e amidos) e 467.000 m3 de álcool & etanol nas suas 12 unidades na França, Bélgica, Itália, Espanha, Reino Unido, Brasil, China e Indonésia.

 

Fotografia

Os cereais produzidos na Europa são utilizados em alimentação animal, alimentação humana e no fabrico de amido. Quatro espécies ocupam o essencial da produção nacional: trigo mole, milho, cevada, trigo duro. A Tereos processa nas suas unidades industriais os cereais produzidos, entre outros, pelas cooperativas de cereais parceiras para produzir, principalmente, amido e álcool.

Produtos

Amido: os cereais são primeiro limpos e triturados e a farinha assim extraída é misturada com água. Os leites de amido obtidos são então enviados para as fábricas de glicose para um processamento completo ou secos em amidos nativos ou ainda processados em amidos modificados. Eles são utilizados pelo setor agroalimentar e pela indústria.

Glicose e derivados: as fábricas de glicose processam o leite de amido em xaropes de glicose, que são, em seguida, purificados e concentrados. Misturas específicas são compostas de acordo com as necessidades dos clientes.

Alcoóis tradicionais: fermentado na presença de leveduras, a glicose vai se transformar em álcool. O produto é então destilado e depois corrigido para obter o álcool superfino, ou corrigido e desidratado para obter o álcool absoluto.

Bioetanol: utilizado para a carburação, o álcool desidratado é chamado de bioetanol. Ele é empregado em mistura com combustíveis clássicos, em diferentes proporções (E10, E85). O bioetanol avançado é produzido a partir dos resíduos de produção e contribui para uma valorização completa e sustentável das matérias-primas agrícolas.

Outras oportunidades: os coprodutos da fábrica de amido são numerosos: glúten de trigo e de milho, ração de milho, trigo forrageiro, gérmenes, proteínas hidrolisadas… Eles são utilizados em alimentação humana ou animal.