Desenvolvimento sustentável

Segurança

Na Tereos, a segurança é nossa principal prioridade. Trata-se, por um lado, de segurança alimentar: garantir a nossos clientes e nossos consumidores produtos saudáveis, seguros e rastreáveis. E por outro lado, da segurança do trabalho no conjunto dos processos de produção para nossos colaboradores e parceiros.

Garantir a segurança alimentar de nossos produtos

Nossos clientes procuram soluções globais e seguras. Querem uma cadeia de abastecimento mais integrada, desde a produção agrícola até os pontos de consumo, com eficácia e transparência para os futuros consumidores.  É por isso que a Tereos se envolve em cada etapa da sua produção: do campo ao consumidor.  E assim, garante qualidade e segurança alimentar.

Em matéria de processos industriais, o Grupo implementou as normas de qualidade e de segurança alimentar ISO 9001, ISO 22000 ou FSSC 22000.

 

A segurança do trabalho, nossa principal prioridade

Dentro da organização, gestores, funcionários e colaboradores e subcontratados da Tereos se comprometem a um mesmo código de Segurança. O papel e as responsabilidades em cada nível da empresa são definidos de maneira a contribuir para a melhoria da saúde e da segurança de todos. O registro de todo incidente é tratado e divulgado de maneira a evitar a recorrência em todos os lugares do Grupo Tereos.

Em paralelo, a Tereos desenvolve programas de formação e sensibilização para atender ao objetivo de “zero acidentes”.  Desde 2019, 650 gestores do Grupo receberam uma formação em liderança de segurança.

+77%

de registros de quase-acidentes desde 2017 em nossas fábricas. Um valor que traduz a evolução da vigilância dentro do Grupo

-32%

de taxa de frequência de acidentes com e sem parada de todos os lugares Tereos desde 2017

Compromisso com o código de ética

Para a Tereos, a ética nos negócios, a transparência sobre a origem e condições de produção fazem parte da noção de segurança.

O Grupo está comprometido a comunicar e a sensibilizar seus funcionários e parceiros sobre o Código de ética, o Guia de boas práticas de relacionamentos e ao Guia de direito da concorrência.