Tereos Menu Search

Modelo cooperativo

Um modelo único aliando estabilidade e dinamismo

Baseado em uma visão inovadora, o modelo cooperativo da Tereos federa 12.000 sócios em torno de uma visão de longo prazo: valorizar e desenvolver os mercados de matérias-primas agrícolas para contribuir com uma oferta alimentar de qualidade.  

UMA VISÃO DE LONGO PRAZO

A Tereos é um grupo cooperativo detido por 12.000 agricultores franceses, produtores de beterrabas e batatas feculentas.
A visão da cooperação desenvolvida pelo Tereos alia estabilidade e dinamismo. Permite que o Grupo
execute uma estratégia de desenvolvimento que garanta e amplie os mercados da produção agrícola de seus sócios cooperadores, respondendo da melhor maneira possível às necessidades de internacionalização de seus clientes.

VALORES COMPARTILHADOS

Esta capacidade de conciliar uma visão de longo prazo e uma resposta rápida na tomada de decisão é uma das forças mais importantes da Tereos. É o coração da missão cooperativa do Grupo: A Tereos é o prolongamento industrial e comercial das explorações agrícolas de seus sócios cooperadores. Todas as suas ações visam o aumento da rentabilidade e a contribuir para a sua perenidade.
O compromisso a longo prazo, a proximidade, a abertura e o espírito empresarial são os valores compartilhados pelo conjunto dos sócios cooperadores e dos colaboradores do grupo Tereos. Estes valores estruturam o modelo cooperativo, e sustentam a estratégia do Grupo.

UMA BOA REPRESENTAÇÃO DOS SÓCIOS COOPERADORES

No modelo de governança do Tereos, a representação dos sócios cooperadores é fundamental: estejam eles diretamente presentes como nas Assembleias Gerais das cooperativas ou representados por seus eleitos, eles são essenciais para a vida do Grupo.

Elegem, em cada assembleia geral, seus representantes para o Conselho de Administração de sua cooperativa. Os administradores são a ligação direta e os intermediários de informação privilegiada entre os sócios cooperadores e a Tereos. Cada um dos Conselhos de Administração das cooperativas se reúnem ao menos quatro vezes por ano e são um local de intercâmbio e reflexão. Eles trabalham principalmente sobre as regras operacionais das atividades relacionadas à beterraba, pelas quais eles permitem por exemplo que se identifique as particularidades locais de sua cooperativa.

Os administradores do Grupo

Os administradores do Grupo se reúnem duas vezes por ano em reunião plenária com o Conselho de Supervisão e o Comitê Executivo. Durante estas reuniões, eles compartilham as orientações estratégicas, os projetos e a atualidade do Grupo. Das reuniões da mesa do Conselho de Supervisão às Assembleias Gerais das cooperativas passando pelos Conselhos de Administração das cooperativas, mais de 70 reuniões de governança são assim organizadas todo ano.