Tereos Menu Search

Indústria positiva

Por estar em posição de destaque na indústria, presente em diversos setores – alimentos, farmacêutico e cosmético, de energia… –, a Tereos quer conduzir seu crescimento e seu desenvolvimento reduzindo, ao mesmo tempo, seu impacto no meio ambiente.

Para tanto, a empresa dá atenção especial ao desempenho de suas usinas em termos de consumo de energia e à gestão de seus resíduos, qualidade da água e ar.

Extraindo o melhor dos recursos que transforma, o Grupo integra plenamente a lógica da economia circular, que lhe permite limitar seus impactos ambientais por meio da redução das emissões de gás de efeito estufa e do aumento das energias renováveis, melhorando, ao mesmo tempo, seu desempenho industrial e comercial.

 

Mais de 99% das matérias-primas que entram nas usinas da Tereos são valorizadas 

Foco

Vapor verde para uma produção sustentável

A planta da Tereos de Lillebonne, próximo a Havre, firmou uma parceria com a Ecostu'Air, uma unidade de valorização energética explorada por SUEZ, que produz vapor a partir do lixo doméstico.

O princípio é simples:

  1. Coleta do lixo doméstico de 130 comunidades vizinhas
  2. Compactação e transporte por via fluvial até a unidade de beneficiamento: Ecostu'Air
  3. Incineração e beneficiamento do lixo produzindo sobretudo vapor (330.000 MWh / ano)
  4. Transporte do vapor até a planta da Tereos por um duto de 3km
  5. Utilização do vapor como fonte de energia para fazer funcionar a usina de Lillebonne

Desde 2015, o vapor supre, dessa forma, quase 70% das necessidades de energia da usina  epuis 2011, végétales nce 2020.  e permitiu evitar a emissão de 84.000 toneladas de CO2.

Esse projeto recebeu o "Prêmio Especial do Júri" dos troféus LSA de Diversidade e de RSC em setembro de 2016

 

Eletricidade produzida graças à cana-de-açúcar 

Em todo lugar onde a Tereos produz e transforma cana-de-açúcar, o Grupo utiliza o bagaço, resíduo fibroso da cana moída, como fonte de energia renovável.

O bagaço é queimado em caldeiras de alto rendimento para produzir vapor e eletricidade. Essa energia alimenta as plantas industriais da Tereos e a eletricidade não utilizada é, então, canalizada para a rede pública.

12% DA ELETRICIDADE CONSUMIDA NA ILHA DA REUNIÃO SÃO PRODUZIDOS A PARTIR DO BAGAÇO